Dança da Cadeira

Destacado

Você já ouviu falar da Dança da Cadeira ou então da Dança do Colo? Então vamos lá... Esta é uma brincadeira erótica que vai atiçar a imaginação dos dois. Dançar em volta de uma cadeira, seduzindo quem está sentado nela é muito comum em casas de strip tease. Mas na sua casa é … Continuar lendo

Traição: Chegou a minha vez

Destacado

Tinha chegado o dia! Uma relação extraconjugal com dia e hora marcada. Pela primeira vez em cinco anos de casada resolvi tomar uma atitude fora do meu bom senso. Eu até tinha-me “dado” de presente uma despedida de solteira, mas numa situação inusitada e inesperada. Essa não. Tinha … Continuar lendo

Aquele desfile de calcinhas

Ha um bom tempo atrás, num churrasco entre amigos, conheci a amante de um amigo meu. Confesso que fiquei fascinado por ela desde o início, apesar de saber do relacionamento dos dois. Aline era novinha, 19 anos, uma menina atraente, olhar penetrante e decidido, morena dos cabelos cacheados lindos … Continuar lendo

Dicas para desfrutar da dupla penetração

Uma das fantasias sexuais mais recorrentes das mulheres é a de participar num trio, mas não necessariamente com outra mulher, mas sim com dois homens. Claramente que nem todas as mulheres têm a oportunidade de fazê-lo na realidade, por isso às vezes recorremos aos vibradores duplos para … Continuar lendo

Medo de se soltar na cama

Uma das questões que mais vejo por aqui é sobre o "descompasso sexual". Ou seja, sobre o marido que gosta de coisas novas e a mulher que tem “medo de se soltar” na hora do sexo: Muitas pessoas me mandam suas duvidas, respondo baseada em opiniões pessoais. Antes de tudo, digo que não sou … Continuar lendo

Virgindade perdida no sofá

Anos 80... Tempo que amor e sexo tinham um significado diferente para a grande maioria. Tempo que um beijo roubado era o mesmo que “viver perigosamente”... Bons tempos mesmo! Talvez a história pareça meio deslocada agora diante de tanta evolução sexual, mas o intuito não é exatamente … Continuar lendo

Era uma vez uma boa moça

Sempre tive uma educação muito severa, com isto acabei me tornando muito reservada. Comecei a namorar com 17 anos. Depois de três anos fiquei noiva e então me casei. Não tive outro namorado, muito menos conheci outros homens. Eu e meu marido sempre nos entendemos muito bem na cama. Antes do … Continuar lendo